Searching...
segunda-feira, fevereiro 10, 2014

Deficiente mental é amarrado e humilhado em via pública no Crato

Diversas autoridades estiveram no local, a exemplo de soldados do Ronda, só duas horas depois, que o homem foi retirado.
Uma cena chamou a atenção de moradores e transeuntes da Rua Bárbara de Alencar, centro comercial do Crato, na região do Cariri cearense. Um homem negro, deficiente metal foi amarrado a um poste e assim permaneceu durante duas horas. O motivo: em surto, teria quebrado vidraças de lojas.
O morador do bairro São Miguel possui histórico de outros atentados, como pôr fogo no carro de um vizinho. Ele também possui diversas entradas no Hospital Psiquiátrico Santa Tereza. Segundo a sobrinha, a família não sabe mais o que fazer com o parente: no hospital não há vaga e ele se torna cada vez mais violento.
Durante as duas horas em que ficou amarrado, algumas pessoas tentaram libertá-lo, ato que foi violentamente rechaçado pelos dois homens que o prenderam. No mais, a multidão, estonteada, admirava estupidamente o espetáculo do homem que gritava, rugia e pedia por socorro. Diversas autoridades estiveram no local, a exemplo de soldados do Ronda.
Com informações de RC.