Searching...
sexta-feira, fevereiro 21, 2014

Prefeito de Baturité obtém mandado de segurança e retorna ao cargo

O prefeito afastado de BaturitéBosco Cigano (Pros), obteve na tarde desta sexta-feira, 21, um mandado de segurança na Justiça estadual. Com isso, ele pode retornar ao cargo imediatamente. A previsão é que Bosco seja reempossado ainda na noite desta sexta, na Câmara Municipal, que o afastou na última segunda-feira, 17.

“Não tenho rancor nem mágoa. Vou abraçar cada um e pedir desculpas pelas minhas falhas, porque se falhei foi tentando acertar”, disse Bosco ao O POVO Online. O prefeito afirmou também que pretende administrar a cidade de agora em diante tendo mais proximidade com a Câmara: “Porque 13 cabeças pensam melhor que a minha sozinha”, disse, em referência ao número de vereadores do Município.

Bosco havia sido afastado por 120 dias, após uma série de protestos nas ruas do Município. Entre as principais reclamações estão salários atrasados de servidores. Além disso, Cigano foi denunciado por fraudes em licitações, irregularidades no pagamento de empresas terceirizadas e uso de máquinas do Programa de Aceleração do Crescimento na coleta de lixo do município. 

Reconhecendo os problemas, o gestor afirma que seu “sonho” é colocar em dia os salários dos servidores até o fim de março. Os salários de novembro ainda não foram pagos. A ideia, segundo Bosco, é pagar o mês de novembro até 28 de fevereiro, o de dezembro junto com o décimo terceiro até 10 de março e os de janeiro em diante até 30 de março. “Eu não podia pagar porque não tinha dinheiro”, alega.

Sobre a coleta de lixo, o prefeito diz que pretende solucionar a limpeza das ruas até o início da próxima semana. Ele atribuiu a crise à atuação de seus opositores, sobretudo através de um programa de rádio intitulado “É de Lascar”.

Redação O POVO Online