Searching...
quinta-feira, março 06, 2014

Itapipoca: Três engenheiros são indiciados por falha em adutora

O resultado do inquérito policial instaurado para apurar os erros que causaram o rompimento na adutora de Itapipoca(a 147,3km de Fortaleza) foi divulgado nesta quarta-feira, 5. Três pessoas foram indiciadas pela Polícia Civil, acusadas de prevaricação e falsidade ideológica. Segundo o inquérito, oito possíveis erros podem ter resultado no rompimento de diversos trechos da adutora recém-construída pelo Governo do Estado.
As informações foram divulgadas pelo delegado Everardo Lima, responsável pelo caso, da Delegacia de Crimes Contra a Administração e Finanças Públicas.
Entre os oito principais erros na construção da adutora, o delegado destacou a ausência da construção de um colchão de material arenoso, que foi pago pelo Estado, mas não executado de fato. A partir de depoimentos colhidos pela Polícia Civil, foi constatado que os responsáveis pela obra utilizaram a pá da retroescavadeira para bater na tubulação e encaixá-la, o que deve ser feito manualmente. Segundo o delegado, a ação pode ter ocasionado a ruptura da junta elástica da tubulação.
Foram indiciados o dono da PWE Engenharia, Francisco Rodrigues de Lima, o engenheiro residente da Superintendência de Obras Hidráulicas (Sohidra), José Edvan Dias Arruda, e o engenheiro residente da empresa Consultores para Obras, Barragens e Planejamento (Coba), Jorge Suraty, responsável pela fiscalização da obra.
Com informações do Jornal O Povo.