Searching...
segunda-feira, março 17, 2014

Presidente da UVC diz que falta qualificação e estrutura nas câmaras municipais

Presidente da UVC reclama de falta de qualificação
 e estrutura nas câmaras municipais. Foto: Divulgação
A União dos Vereadores e Câmaras do Ceará (UVC) pretende oferecer cursos para vereadores e servidores das câmaras municipais do Ceará com o objetivo de melhorar o trabalho legislativo nas cidades do interior. De acordo com o presidente da UVC, Audic Mota, a maior dificuldade encontrada pelos parlamentares é a falta de infraestrutura das casas legislativas e de pessoas qualificadas.
“É preciso dar melhores condições de trabalho para os servidores da Câmara, porque, quando a Casa não tem estrutura, o vereador tem o trabalho legislativo prejudicado. Temos até boa vontade, mas não tem gente qualificada para exercer certas funções”, explica Audic, que também é vereador peemedebista do município de Tauá.
Escola
Como forma de qualificar os servidores e aproximar a sociedade da Câmara, projetos como criação de memoriais e de escolas legislativas estão sendo planejados pela União dos Vereadores. Um dos cursos realizados nesse semestre será o de legislação eleitoral, com orientações para vereadores, presidentes de partidos e servidores. “Já que é ano de campanha, a meta é oferecer quatro minicursos antes das eleições. Esperamos que, todo ano, sejam ofertados cursos de política para as áreas técnicas da câmara”, diz.
Alcance e Enem
Outra iniciativa é levar o projeto Alcance Enem, por meio da Universidade do Parlamento, da Assembleia Legislativa, para 100 Câmaras Municipais. Os professores contratados pela AL ministram aulas preparatórias, aos sábados, para cerca de 500 estudantes que estão concluindo ou que já terminaram o ensino médio. A intenção, no caso, é levar essas aulas para os legislativos no interior, através de videoconferência.
“Desde 2012, fazemos na Câmara de Tauá. A experiência é muito exitosa. Cinquenta alunos que participavam do curso foram aprovados no Enem”, ressalta. Em dois anos de projeto, 471 alunos foram aprovados em universidades. Em 2013, 1.400 estudantes participaram 291 e foram aprovados, 130 deles, na Universidade Federal do Ceará (UFC).
Convênio
No início do mês, o presidente da UVC assinou convênio de cooperação com presidentes das câmaras de Boa Viagem, Mombaça, Guaraciaba do Norte, Araripe e Jijoca de Jericoacoara com o objetivo de levar o projeto aos cinco municípios. “Somos 2.200 vereadores e não podemos ficar assistindo à política ocorrer, temos que fazer com que ela ocorra”, finaliza.
Com informações do jornal O Estado e o Site Politica com K