Searching...
quinta-feira, março 13, 2014

Vereador de Fortaleza declara “ser pobre” à Justiça

Vereador de Fortaleza pelo sexto ano consecutivo (além de mais dois anos do cumprimento do mandato 2013/2016) e com salário mensal mensal superior a R$ 11 mil, o professor Ronivaldo Maia (PT) entrou com uma “Declaração de Pobreza” na Justiça, ao responder a um processo.
Ele anexou documento, ao entrar na justiça para embargar a construção do binário entre as avenidas Desembargador Moreira e Dom Luiz.
* O que dirão os milhões de trabalhadores brasileiros que ganham pouco mais que 5% do salário do vereador?
Ronivaldo Maia
Ronivaldo Maia, em contato com o Blog, explicou que utilizou esse recurso porque não tinha mais como recolher as taxas do processo, no que teve que usar tal expediente. Lembra que a causa não é pessoal, mas se não fsse, pagaria do mesmo jeito.
“Usei o dispositivo de não pagar taxa, porque o horário – na parte da noite, não me garantiu mais condições para recolher”, complementou o vereador, deixando claro que tem condições de pagar taxas. Foi só uma questão mesmo de horário.
Com informações do Blog Eliomar de Lima