Searching...
quinta-feira, março 06, 2014

VOX POPULI: Eunício Oliveira seria eleito no primeiro turno, aponta pesquisa.

O senador Eunício Oliveira (PMDB) poderia ser eleito governador do Ceará ainda no primeiro turno caso a eleição fosse realizada nesta quinta-feira (6). Segundo pesquisa divulgada pelo instituto Vox Populi, o possível candidato à sucessão estadual levaria vantagem até em um suposto confronto com o governador Cid Gomes (Pros).
Entre os dias 22 e 24 de fevereiro de 2014 foram entrevistadas 1.600 pessoas no Ceará, em pesquisa encomendada pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT) e registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) como protocolo CE-00001/2014.
O senador obteve mais da metade das indicações de votos válidos em todos os cenários estipulados pela pesquisa. Contra os possíveis nomes indicados pelo Pros, Eunício venceria.
Na pesquisa estimulada (com apresentação dos nomes dos pré-candidatos aos entrevistados), em um cenário de disputa entre o senador e o ex-ministro da Secretaria Especial dos Portos, Leônidas Cristino (Pros), Eunício teria 57% das intenções de voto contra apenas 9% de Leônidas. O presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Zezinho Albuquerque (Pros), nesse mesmo cenário, teria 6% da preferência do eleitorado.
Já contra a ex-prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins (PT), o senador teria 47% das intenções de voto contra 19% da petista.
Na pesquisa espontânea, Eunício tem 7% das intenções de voto, contra 5% do atual governador Cid Gomes (Pros) e 2% de Luizianne.
    Mesmo com os números, ainda é grande a indecisão dos eleitores. Não souberam apontar um candidato ou não responderam à pesquisa 71% dos entrevistados. A margem de erro estimada é de 2,5% para mais ou para menos.
    Senado
    Para a vaga ao Senado Federal, o ex-senador Tasso Jereissati (PSDB) aparece no topo, com 9%, seguido pelo senador Inácio Arruda (PCdoB), com 4%, e José Guimarães (PT), com 2%. No caso de pesquisa estimulada, Tasso apareceria com 43%, seguido por Inácio, com 22%, e pelo ex-prefeito de Maracanaú, Roberto Pessoa (PR), com 8%.
    Desejo de disputar
    Lembrando que Eunício Oliveira evidencia o desejo de disputar a chefia do Palácio da Abolição, com ou sem apoio de Cid Gomes. O senador recusou, inclusive, um convite feito pela presidente Dilma Rousseff (PT) para assumiu o Ministério da Integração Nacional. Entretanto, todos os nomes dos candidatos serão divulgados apenas em junho, no período das convenções eleitorais.
    Com informações do Tribuna do Ceará