Searching...
quarta-feira, abril 02, 2014

Adolescente cearense com deficiência visual segue os passos de Luiz Gonzaga e grava CD.

Mateusinho do Acordeon é um exemplo de superação e um show de talento.

Nascido no dia 11/11/1998, na cidade de Baturité, CE. É deficiente visual, portador de Glaucoma Congênito. Mudou-se para a capital Fortaleza (CE) e aos 3 anos de idade iniciou os seus estudos no então Instituto de Cegos Dr. Hélio Góes Ferreira, hoje Instituto Hélio Góes, na SAC (Sociedade de Assistência aos Cegos).

No ano de 2004, quando pela primeira vez escutou um CD de Luiz Gonzaga, começou a interessar-se por forró pé de serra e passou a ter aulas de sanfona com o maestro Rocélio Gomes, na própria escola.

Em Setembro de 2009, Foi empossado como membro da Academia de Letras e Artes da Sociedade de Assistência aos Cegos (ALASAC), ocupando na cadeira 12, cujo patrono é o grande poeta Patativa do Assaré.

Já teve a oportunidade de participar de vários programas de televisão, como Nordeste Caboclo, Ceará Caboclo, ao Som da Viola, Forró do Bezerrão  e Tudo a Ver ( REDE RECORD). Além dos programas de rádio como Nossa Voz (Petrolina-PE) e Gonzagão na Cidade (Fortaleza-CE).

Mateusinho do Acordeon já concedeu entrevistas para o Jornal do Brasil e a para TV Brasil - RJ.  Procurando sempre divulgar a preservação e valorização da Cultura Nordestina. Em Abril de 2010, o repórter Gerson de Souza, da Rede Record veio ao Ceará fazer uma entrevista com ele, e ficou sabendo que um dos seus grandes sonhos era conhecer o grande sanfoneiro Waldonys, e marcou o encontro. Então, os dois tocaram juntos, e até  voaram  no avião  de  acrobacias de Waldonys.

Em 2012, fez participação especial na homenagem aos “23 ANOS DE SAUDADES DE GONZAGÃO”, mais uma vez tocando e cantando ao lado de Waldonys. Em 2013, recebeu da Rádio AM 860, através do Programa Gonzagão da Cidade, o Troféu Centenário e Diploma de Cidadão Gonzagueano.

Em 2014 com o apoio de amigos, consegue gravar seu primeiro CD promocional. Hoje, com 15 anos de idade, cursa o segundo ano, do Ensino Médio, em escola regular. Dedica-se a composição de músicas e poesias, além de tocar sanfona e teclado difundindo a cultura nordestina.

Mateusinho também é músico na Paróquia de N. Sra. das Dores, no Bairro de Otávio Bonfim. E ainda faz apresentações cantando e tocando sua sanfona, acompanhada do triângulo e zabumba,  formando o tradicional trio pé de serra,  em festas e eventos, quando convidado.

Da Redação