Searching...
sexta-feira, abril 04, 2014

Cid anuncia que fica no Governo do Estado

governador Cid Gomes anunciou no inicio desta noite de sexta-feira, 4, quenão irá renunciar. O comunicado foi feito em sua página no Facebook. "Cheguei à conclusão de que minha responsabilidade é permanecer no Governo até o fim. Concluir a obra que iniciei, aperfeiçoar as políticas públicas sob minha responsabilidade e, fundamentalmente, entregar o estado do Ceará em boas mãos, me parece ser o meu dever", escreveu o governador.
Na noite desta quinta-feira, Cid Gomes (Pros) passou mal em cima do palanque em Limoeiro do Norte, a 194 km da Capital, em evento após dia de tensão política em torno da então possibilidade de Cid renunciar para permitir a candidatura de seu irmão Ciro Gomes (Pros), ao Senado.
Na ocasião, Ciro defendeu que o irmão ficasse no Governo até o fim do mandato e disse algo que poderia ser interpretado como uma declaração de guerra aos que estão de olho no cargo: “O mais importante é não deixar o Ceará cair nas mãos de um aventureiro”, avisou. 
Leia a nota na íntegra:
Nos últimos dias, recebi apelos de diversos amigos, partidos e lideranças políticas do Ceará para considerar a possibilidade de deixar o governo do Estado, de maneira a ensejar uma candidatura do nosso partido ao Senado Federal.
Como sei que as questões do Ceará dependem muito de força junto ao Governo Federal, o que se dá também através de uma forte bancada de senadores, abri uma discussão que concluo hoje.
Como recebi opiniões as mais diferentes, pedi a Deus que me iluminasse e procurei sentir o coração dos cearenses. Cheguei à conclusão de que minha responsabilidade é permanecer no Governo até o fim. Concluir a obra que iniciei, aperfeiçoar as políticas públicas sob minha responsabilidade e, fundamentalmente, entregar o estado do Ceará em boas mãos, me parece ser o meu dever.
Agradeço a todas as expressões de carinho, respeito e apoio que tenho recebido ao longo deste processo e renovo meu compromisso de trabalhar até o último dia para fazer do Ceará uma comunidade mais justa, mais próspera e com oportunidades iguais para todos.
Redação O POVO Online