Searching...
terça-feira, abril 22, 2014

Tremores de terra são registrados em duas cidades do Ceará em dois dias

Martinópole teve o tremor de maior intensidade registrado no domingo (20). Tremores de pequena intensidade ocorreram no sábado (19), em Camocim.

Três tremores de terra foram registrados em dois municípios do Ceará neste sábado (19) e domingo (20). O de maior intensidade,  de 2.0 graus na Escala Ritcher, foi registrado no município de Martinópole, distante 334 quilômetros de Fortaleza na Região Norte do Ceará,  às 13h09 de domingo, de acordo com o Laboratório Sismológico da Universidade Federal do Rio Grande do Norte  (LabSis/UFRN). Segundo o LabSis/UFRN o epicentro foi registrado a 5 quilômetros da sede do município na direção nordeste.
No sábado (19) dois outros pequenos tremores foram registrados no município de Camocim, também na região Norte do Estado. O primeiro ocorreu, segundo o LabSis/UFRN, à 1h09, e o segundo, à 1h34.  Os dois eventos ocorreram a menos de 3 quilômetros de Camocim mas, como foram de pequena magnitude, não foram sentidos pela população local. De acordo com os técnicos do Laboratório Sismológico da UFRN, é possível que novos eventos voltem a ocorrer nessa região; não é descartada a possibilidade de serem sentidos pela população.
Escala Ritcher
Criada em 1935 pelo sismólogo americano Charles F. Richter, integrante do Instituto de Tecnologia da Califórnia, a escala Richter foi desenvolvida para medir a magnitude dos terremotos, que consiste no ato de quantificar a energia liberada no foco do terremoto. É uma escala que se inicia no grau zero e é infinita (teoricamente), no entanto, nunca foi registrado um terremoto igual ou superior a 10 graus na escala Richter.


Um dos fatores é que ela se baseia num princípio logarítmico, ou seja, um terremoto de magnitude 6, por exemplo, produz efeitos dez vezes maiores que um outro de 5, e assim sucessivamente.
Com informações do G1 Ceará.