Searching...
quarta-feira, dezembro 17, 2014

UMA LUZ NO FINAL DO TÚNEL: Irmã Edileuza (PSB) é eleita Presidene da Câmara de Baturité, CE

A Câmara Municipal da cidade de Baturité, distante cerca de 108 km da capital cearense elegeu, na manhã da última terça-feira (16),  a nova Mesa Diretora para o Biênio 2015/2016. 

Com a missão de restabelecer a credibilidade politica na cidade a vereadora Irmã Edileuza (PSB) foi eleita nova presidente da Casa, vencendo Simony Feitosa (PSDC), candidata do atual presidente,  Renaldo Nogueira Braga, conhecido como Dado Braga (PSDB).

A presidente eleita por sete votos a favor e seis contra nasceu  em Apodi, no Rio Grande do Norte, Edileuza Bezerra do Rosário Paiva, conhecida como “Irmã Edileuza”, é filiada ao PSB e está em seu segundo mandato como vereadora de Baturité. 

Edileusa é evangélica, uma mulher de atos simples que ao longos dos anos tem dedicado sua vida em ajudar as famílias carentes de Baturité. Um cidadã digna e honrada pelo cumprimento de seus deveres como parlamentar e ser humano. Ela conta com o apoio de um time de peso que lutará pelo bem comum in loco.  Herbet Mota com uma larga experiencia legislativa e livre acesso junto a União de Câmaras e Vereadores do Estado do Ceará, assumirá a importante tarefa de viabilizar o sucesso coletivo da nova  gestão gestão da CMB. 

Além da presidente irmã Edileuza, tomará posse no dia 1º de Janeiro de 2015 Hebert Mota (PSD), como vice-presidente, os vereadores Luciano Furtado (PMDB) e Nilton Guedes (PC do B), como 1º e 2º secretários, respectivamente.

Mesa Diretora
Cabe à Mesa Diretora adotar as providências necessárias à regularidade absoluta dos trabalhos legislativos e administrativos; propor ação direta de inconstitucionalidade de lei ou de ato normativo municipal; promulgar emendas à Lei Orgânica do Município; elaborar e encaminhar ao Poder Executivo,até a data estabelecida na Lei Orgânica do Município, a proposta orçamentária da Câmara, a ser incluída na do Município; propor projetos de lei que criem ou extingam cargos nos serviços da Câmara e fixem os seus respectivos vencimentos.