Searching...
quarta-feira, abril 29, 2015

Câmara de Baturité repudia matéria do jornal O Povo

A presidente da Câmara de Vereadores de Baturité, irmã Edileuza Bezerra Paiva (PSB), na sessão, mostrou sua indignação com a matéria publicada pelo jornal O Povo, no dia 25, na qual o prefeito afastado da cidade, Bosco Cigano (Pros), insinua que ele só não voltou ao Paço Municipal por não ter dinheiro para comprar vereadores e, inclusive, a própria desembargadora que decretou o seu afastamento, Francisca Adelineide Viana, do Tribunal de Justiça do Ceará (TJ/CE).

“Eu acredito que os 13 vereadores aqui presentes não receberam nada para afastar ele – Bosco Cigano - em 2013. A gente acredita na desembargadora, também. Ouvi dizer que ela é de fibra. Corajosa. Se o afastou por 180 dias, é porque ela achou provas suficientes”, refutou a presidente da Câmara.

Segundo ela, foi um depoimento terrível de uma mente suja. “Dizer isso publicamente no jornal. É uma coisa muito feia. Quem tem moral neste mundo, então? Fica tudo mundo desmoralizado? Ela – desembargadora - Não aceitaria, nem vai aceitar. Porque seria um absurdo para a nação”, disse em tom enérgico a irmã Edileuza Paiva.

Devido à repercussão na mídia, o auditório da Câmara ficou lotado de pessoas querendo saber qual seria a posição dos vereadores diante tal afirmação de Bosco Cigano. “Fui para saber qual é o discurso e a posição dos vereadores perante o caso de corrupção do prefeito afastado”, ressaltou o estudante, Artur Emílio Ramos.

Informações: imprensa@baturite.ce.gov.br