Searching...
sexta-feira, maio 22, 2015

Especialistas alertam que homens podem matar parceira com sêmen

Especialistas estão alertando as mulheres que sentir coceira e dor pode ser sinal de alergia ao sêmen de seu parceiro.
Este problema embaraçoso está arruinando a vida íntima dos casais, e é mais comum do que você imagina – 12% da população que sofre com ele.
Os sintomas leves podem incluir irritação, coceira, dor quando urina e eczema nas partes íntimas.
Mas nos mais casos de séria reação alérgica, ele pode realmente ser fatal.
Especialistas estão alertando as mulheres que sentir coceira e dor pode ser sinal de alergia ao sêmen de seu parceiro, algo mais comum que imaginamos e que pode levar à morte.
Um especialista em ciência reprodutiva tem alegações de que as mulheres com idade entre 20 e 30 anos são as mais afetadas, e apresentam sintomas como choque anafilático apenas uma hora após serem expostas ao líquido do parceiro.
Dr Michael Carroll, professor na Universidade Metropolitana de Manchester, acredita que a alergia possa ser mais comum do que o imaginado, e muitas mulheres procuram médicos por conta disso.
Marie Cuthbertson, de 50 anos, procurou ajuda após sofrer com os sintomas durante 30 anos.
Médicos chegaram a alegar que seu marido, Mark, de 49 anos, poderia ter sido infiel e ela muitas vezes recebeu prescrições de antibióticos para tratar uma DST.
Após 10 anos de sofrimento, Marie foi finalmente visitar o Hospital Clínico Geniturinário, onde o médico disse que ela poderia ser alérgica ao sémen e que os preservativos eram a única solução.
“O médico foi fantástico. Eu lhe disse que acreditava que eu era alérgica à relação íntima. Ele disse que tinha lido relatórios clínicos e mencionou que isso definitivamente não acontece”, disse Marie.
A causa do problema ainda é desconhecida, mas a história da família pode ser um fator.
E não é só as mulheres que podem sofrer com a alergia. Em alguns casos raros, os homens podem ser alérgicos aos seus próprios sêmens.
Os sintomas incluem uma síndrome gripal, com dor, vermelhidão e desconforto, que afeta a cabeça, olhos, nariz, garganta e músculos, fadiga extrema e dificuldade de concentração. Um total de 45 homens já foi identificado com o problema.
Fonte: DailyStar