Searching...
quarta-feira, março 02, 2016

Vice do Facebook é solto

 O argentino Diego Jorge Dzordan foi preso na terça-feira em São Paulo (Foto: Youtube)
O Tribunal de Justiça de Sergipe revogou a prisão preventiva do vice-presidente do Facebook para a América Latina, o argentino Diego Jorge Dzordan, na madrugada desta quarta-feira, 2. Ele havia sido preso na véspera, acusado de impedir uma investigação criminal sobre tráfico de drogas, após a empresa não colaborar com apurações envolvendo conversas entre suspeitos no Whatsapp, aplicativo de mensagens instantâneas que pertence ao Facebook.

O desembargador do Tribunal de Justiça de Sergipe Ruy Pinheiro disse que a decretação de prisão preventiva por descumprimento de uma ordem judicial foi uma medida ilegal, já que o réu não é parte do processo nem está sendo investigado.  Além disso, não existem provas concretas de que o executivo agiu para impedir a investigação e favorecer o investigado.

O Facebook alega que a empresa está colaborando com a Justiça e prestando todas as informações ao juiz que determinou a prisão do executivo. Segundo os advogados da empresa, a tecnologia de encriptação do WhatsApp, que opera separadamente do Facebook, não permite acesso a dados de conversas dos usuários.