Searching...
quinta-feira, agosto 11, 2016

Operação da Coelce prende duas pessoas em Canindé por “gato de energia”


Canindé. A Companhia Energética do Ceará (Coelce) realizou, na última terça-feira (9), neste Município da região central cearense, uma operação contra ligações clandestinas e furto de energia, os chamados “gatos”. A iniciativa contou com o apoio da Polícia Civil do Município. Até o final da tarde, duas pessoas havia sido presas e sete boletins de ocorrência foram registrados.

A operação durou durante todo o dia. De acordo com a Coelce, durante o trabalho de fiscalização, técnicos da empresa e peritos da Polícia constataram irregularidades na medição de energia em dois estabelecimentos comerciais e cinco residências. Os responsáveis foram levados para a Delegacia onde foram autuados. Os “gatos de energia” é crime com pena que varia de um a oito anos de reclusão.

Em nota a empresa disse que os furtos de energia “afetam diretamente a qualidade do serviço prestado pela distribuidora e põem em risco a população, principalmente as pessoas que manipulam a rede elétrica”. Como consequência, as ligações irregulares podem causar curtos-circuitos e sobrecarga na rede elétrica, ocasionando interrupção no fornecimento de energia.

Outra
Em maio deste ano, outras três pessoas, sendo uma delas um comerciante, também foram presas na mesma cidade em outra operação da Polícia, por furto de energia. “Para conscientizar a população sobre o perigo do furto de energia, a Coelce realiza, além destas operações, diversos projetos sociais em comunidades, com informações sobre o uso eficiente de energia elétrica, programas para geração de emprego e renda e revisão gratuita de instalações elétricas de consumidores com menor poder aquisitivo”, informou a empresa em nota.


Fonte: DN