Searching...
sexta-feira, janeiro 20, 2017

Veja a repercussão sobre a morte do ministro do STF Teori Zavascki

Veja abaixo como os meios político e jurídico reagiram à morte do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki.

Teori tinha 68 anos e a morte dele foi confirmado pelo filho, Francisco Zavascki. O ministro do STF estava em um avião que seguia de São Paulo para Paraty (RJ), mas a aeronave caiu no mar.

A repercussão

Leia abaixo o que políticos disseram sobre a morte do ministro do Supremo:

Antonio Imbassahy (BA), líder do PSDB na Câmara:
"O falecimento do ministro Teori Zavascki é uma perda irreparável, que causa a todos nós profunda consternação. Tido por todos como um verdadeiro juiz, na mais profunda essência do cargo, o ministro cumpria um papel primordial nas investigações do maior escândalo de corrupção da história. Ao mesmo tempo em que prestamos solidariedade aos familiares de todas as vítimas, amigos e colaboradores, esperamos uma célere investigação sobre as causas do acidente."

Associação dos Magistrados Brasileiros:
"Com enorme pesar e consternação a Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) manifesta o sentimento de luto da nação brasileira com a notícia da morte do ministro Teori Albino Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), ocorrida nesta quinta-feira (19). Homem de caráter e conhecimento jurídico indiscutíveis, Teori pontuou sua vida pela retidão de suas atitudes. Nos últimos anos, ensinou aos operadores do Direito e a todos que acompanhavam sua carreira na mais alta Corte do País ser um exemplo de parcimônia e responsabilidade na atuação judicante. [...] A AMB manifesta suas condolências aos amigos, colegas e familiares do ministro."

Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho:
"A Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra) manifesta o seu mais profundo pesar pelo falecimento do ministro Teori Zavascki, ocorrido em acidente de avião na tarde desta quinta-feira (19/01), em Paraty, na Costa Verde do Rio de Janeiro (RJ). A Anamatra homenageia a memória do ministro Teori Zavaski, magistrado probo, comprometido e dedicado à causa da Justiça e que, certamente, pelo seu modo de agir ponderado, firme e discreto, figura como paradigma na jurisdição, representando uma inestimável perda para o Poder Judiciário e para toda a sociedade. É absolutamente fundamental que as causas e circunstancias do acidente sejam apuradas com a maior rapidez e transparência possível".

Aécio Neves (MG), senador e presidente do PSDB:
"Estou profundamente impactado com a tragédia que envolveu o ministro Teori e outros passageiros do mesmo voo. O Brasil tem uma grande dívida de reconhecimento e gratidão com o ministro pela forma equilibrada e responsável com que ele conduziu um dos momentos mais difíceis da história do país. Ele honrou a cadeira que ocupou na nossa mais alta Corte. Os meus profundos sentimentos às famílias de todas as vítimas".

Aloysio Nunes (PSDB-SP), líder do governo no Senado:
"Participei da sabatina do ministro Teori na Comissão de Constituição e Justiça do Senado. Fui para o plenário para votar "sim" com a convicção de que o STF ia receber um juiz culto, equilibrado e justo. Sua atuação só fez confirmar esse sentimento."

Baleia Rossi (SP), líder do PMDB na Câmara:
"O Supremo Tribunal Federal perde um grande ministro. Um homem ponderado, correto e sereno. O País perde um grande brasileiro. Que seus familiares tenham muita força e fé neste momento difícil".

Bancada do PPS na Câmara:
"A bancada do Partido Popular Socialista (PPS) lamenta a morte do ministro Teori Zavascki, em acidente aéreo, nesta quinta-feira, em Paraty (RJ). Para os deputados, o país perde muito com o falecimento do magistrado, responsável pela relatoria da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal."

Daniel de Almeida (BA), líder do PCdoB na Câmara:
"Como todos os brasileiros, recebemos com consternação a informação da queda do avião. Prestamos solidariedade à família. É importante que se esclareçam as circunstâncias da morte do ministro do Supremo Tribunal Federal, Teori Zavascki para que não haja suspeita".

Eduardo Braga (PMDB-AM), senador:
"Com pesar que recebi a notícia do inesperado falecimento do ministro do Supremo Tribunal Federal Teori Zavascki. Expresso minhas condolências e solidariedade a família, amigos e admiradores da carreira jurídica do respeitado magistrado. Descanse em paz!”.

Eduardo Suplicy, vereador pelo PT-SP:
"Expresso meu sentimento de pesar a família de Teori Zavascki que infelizmente faleceu hoje em um desastre de avião. Ministro do STF, sempre agiu de maneira muito equilibrada e em nenhum momento sua conduta foi questionada. É importante que as causas do acidente de Teori Zavascki sejam apuradas."

Eliseu Padilha, ministro da Casa Civil:
"Teori Zavascki, um dos mais brilhantes Ministros do STF, morreu. Os brasileiros perdem um exemplar cidadão e um Magistrado qualificadíssimo."

Eunício Oliveira (CE), líder do PMDB no Senado:
"O Brasil foi surpreendido pela trágica notícia do acidente aéreo que vitimou o ministro do Supremo Tribunal Federal Teori Zavascki. Perdemos um magistrado exemplar, eterno vigilante da Constituição, absolutamente coerente com suas convicções. Sua sobriedade fará falta à Nação e à Justiça do Brasil. Que Deus conforte a todos os seus familiares e amigos".

Geraldo Alckmin, governador de SP:
O Brasil perde um homem da Justiça; os brasileiros, um dos protagonistas da Justiça. Teori Zavascki era uma das pessoas mais lúcidas e coerentes do Judiciário. Um humanista, tolerante e atencioso com as pessoas e suas diferentes formas de pensar, era modelo de sobriedade do magistrado. Tinha uma capacidade de trabalho invencível. Em seu trabalho criterioso, que há de ter continuidade, milhões e milhões de brasileiros depositavam a esperança de um país melhor e mais justo. Professor e referência no estudo do Direito, Teori Zavascki dignificou o magistério e a magistratura do Brasil. Fará muita falta. Nossos sentimentos e orações às famílias de todas as vítimas do acidente."

Humberto Costa (PE), líder do PT no Senado:
"Lamento profundamente a morte do ministro do Supremo Tribunal Federal Teori Zavascki. Sem dúvida é uma perda irreparável para o Brasil. O ministro Teori sempre teve uma trajetória jurídica pautada pela ética e pela competência".

José Ivo Sartori, governador do RS:
"A carreira do ministro Teori Zavascki testemunha valores de civismo, dignidade, conhecimento e independência. Além de notável jurista e magistrado, foi um grande ser humano. Construiu família e grande parte de sua trajetória no Rio Grande do Sul, o que sempre foi motivo de orgulho para todos nós. É uma perda que consterna profundamente a população gaúcha e brasileira. Decretarei luto oficial no Estado por três dias. Aos familiares, nossas condolências".

José Sarney (PMDB), ex-presidente da República:
"É com profunda tristeza que recebo a notícia do falecimento do Ministro Teori Savascki, por quem tinha grande admiração. Era um magistrado sério, correto e brilhante. Prestou um grande serviço à magistratura brasileira com sua experiência, e cultura jurídica. Recordo que o conheci ainda durante o meu governo, quando era juiz federal e foi nomeado para o Tribunal Federal do Rio Grande do Sul. De lá ascendeu ao Superior Tribunal de Justiça onde teve passagem marcante. Lamento enormemente sua morte e associo-me à dor de sua família nesse momento de pesar".

Luciana Genro (PSOL-RS), ex-deputada federal:
"Que tragédia esta notícia da queda do avião!E se o Min.Teori faleceu o Temer vai nomear o relator da Lava Jato.Torna o fato muito suspeito."

Pauderney Avelino (AM), líder do DEM na Câmara:
"O líder do Democratas na Câmara, deputado Pauderney Avelino (AM), lamenta profundamente o falecimento do Ministro Teori Albino Zavascki, do Supremo Tribunal Federal, na tarde desta quinta-feira (19) e presta sua solidariedade aos familiares e amigos neste difícil momento".

Paulo Bauer (SC), líder do PSDB no Senado:
"É com profundo pesar que recebo a notícia do trágico falecimento do ministro Teori Zavaski. Teori fazia um trabalho de excelência no Supremo Tribunal Federal e na relatoria dos processos da Operação Lava Jato. Que a sua atuação idônea e o seu trabalho sério contra a corrupção, sirvam de exemplos para o país. Para que possamos ter um combate sério à corrupção. O Brasil perde um grande homem público. Deixo meus sentimentos à família e o desejo de que Deus os conforte nesse momento de tristeza e pesar."

Renan Calheiros (PMDB-AL), presidente do Congresso Nacional:
"É com extremo pesar e perplexidade que recebo a notícia da morte do ministro do Supremo Tribunal Federal, Teori Zavascki, na tarde desta quinta-feira. Professor de Direito Civil, Teori foi ainda desembargador da Justiça Federal e ministro do Superior Tribunal de Justiça. No cumprimento de seu trabalho sempre se destacou pela seriedade, brilhantismo e tranquilidade na defesa do Poder Judiciário e de todas as instituições brasileiras. Trata-se de um magistrado que ganhou respeitabilidade pelo senso de justiça, legalismo, equilibrio e devoção às leis. O Brasil, a sociedade e o mundo juridico perdem um de seus maiores expoentes. Em nome do Congresso Nacional, manifesto minhas condolências à família e rogo pelo rápido esclarecimento das causas desse trágico acidente".

Rodrigo Janot, procurador-geral da República, em nota:
"O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, lamenta o falecimento do ministro do Supremo Tribunal Federal Teori Zavascki nesta quinta-feira, 19 de janeiro. Segundo Rodrigo Janot, Zavascki honrou o papel de magistrado, ao atuar de forma ética, isenta, discreta e extremamente técnica durante toda sua carreira. Na relatoria da Operação Lava Jato no STF, o ministro não hesitou em adotar medidas inéditas para a Suprema Corte, a pedido do Ministério Público Federal".

Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara dos Deputados
"Sob grande impacto e consternação recebi a informação da morte do ministro Teori Zavascky. O ministro engrandeceu o Supremo Tribunal Federal com uma postura firme, discreta e justa. Neste momento, em nome da Câmara dos Deputados, dirijo meus pensamentos e orações ao familiares e aos milhares de brasileiros que compartilham o sentimento de grande tristeza."

Rogério Rosso (DF), líder do PSD na Câmara:
"É com profundo pesar, tristeza e consternação que recebemos essa inimaginável notícia. O Ministro Teori Zavascki era uma referência de magistrado e cidadão de conduta irreparável e que honrava a todos nós brasileiros por seus relevantes e fundamentais servidos prestados em prol da Democracia , da Justiça e da Nação. Nossos mais profundos sentimentos e condolências a família do Excelentíssimo Ministro Teori Zavascki".

Ronaldo Caiado (DEM-GO), senador:
"É com profundo pesar que recebo a notícia desse terrível acidente com o ministro Teori Zavascki. É preciso respeitar a dor dos familiares e amigos das vítimas. Minhas orações e que Deus conforte a todos. Teori foi um grande homem público que ganhou o respeito de toda a sociedade brasileira pela maneira austera, competente e equilibrada com a qual pautou as suas decisões, mesmo nas situações mais delicadas desse país. É uma grande perda".

Vanessa Grazziotin (AM), líder do PCdoB no Senado:
"Minha solidariedade à família do ministro Teori Zavascki. Perdemos hoje um grande brasileiro que se dedicou à Justiça e ao país."

Weverton Rocha (MA), líder do PDT na Câmara:
"Acompanhei com tristeza a confirmação da morte do ministro do STF Teori Zavascki. É uma grande perda para o País. Desde sua nomeação, em 2012, o ministro deu uma grande contribuição à Justiça brasileira, conduzindo com profundo conhecimento, imparcialidade e correção todos os processos que passaram por suas mãos. Desejo conforto aos familiares do ministro Teori Zavascki e de todos os que foram vítima desse triste acidente".

Fonte: G1