Searching...
domingo, fevereiro 19, 2017

Ceará registra 52 adoções em 2016, 5º maior número do país, diz CNJ

Em 2016, foram adotadas 52 crianças no Ceará por meio do Cadastro Nacional de Adoção (CNA), coordenado pela Corregedoria do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). É o maior número de adoções realizadas no estado nos últimos três anos e o quinto maior do país em 2016. O órgão alerta que o número pode ser ainda maior, já que há possibilidade de atraso na comunicação das adoções realizadas ano passado.

Até 16 de fevereiro, o Ceará  com 188 crianças disponíveis para adoção, de acordo com a corregedoria.

Em todo o país, foram adotados 1.226 adolescentes e crianças. Os estados com maior número de adoções foram Paraná, São Paulo, Rio Grande do Sul, Pernambuco e Minas Gerais. Atualmente, há 7.158 crianças aptas à adoção e 38 mil interessadas em adotar.

No Ceará, a proporção é de cinco pessoas interessadas em adoção para criança apta. O principal motivo apontado “para essa conta não fechar”, de acordo com o Cadastro Nacional de Adoção (CNA), é que o perfil de criança exigido pelos pretendentes não é compatível com aquele disponível nas instituições de acolhimento.


Com informações do G1 Ceará