Searching...
quinta-feira, maio 25, 2017

Quadrilha rouba R$ 200 mil de banco em Aratuba. Um dos assaltantes foi capturado

O bando fez reféns e roubou três malotes, além do que havia no caixa eletrônico. Um dos criminosos foi detido durante a fuga com parte do dinheiro.

Francisco Neto Oliveira, o "Carioca", comandou o ataque mas acabou capturado
Já está preso um dos bandidos envolvidos no assalto a um correspondente bancário da cidade de Aratuba, na região do Maciço de Baturité (a 122Km de Fortaleza). O ataque ocorreu na tarde de ontem (24) quando uma quadrilha, fortemente armada, invadiu o local e fez, pelo menos, três reféns. Cerca de R$ 200 mil foram roubados em três malotes e, ainda, em saques no caixa eletrônico.

de acordo com a publicação do Ceará News, a ação dos criminosos foi rápida, porém, planejada. Antes de chegar à Aratuba, eles tomaram de assalto uma caminhonete Hilux, branca, de placas OYN-7392 (CE), na cidade de Chorozinho (a 90 Km da Capital).  Em seguida, invadiram o correspondente bancário do Bradesco  e renderam os funcionários. A gerente foi obrigada a entregar os três malotes e, ainda, retirar o dinheiro que havia no caixa eletrônico.

Preso
Na fuga, os bandidos abandonaram a Hilux a alguns quilômetros da cidade e escaparam em um automóvel Polo. Depois, trocaram este segundo veículo por algumas motocicletas. No cerco policial montado pelas polícias Civil e Militar foi capturado um dos assaltantes, identificado como Francisco Neto Almeida de Oliveira, 31 anos, conhecido por “Carioca”,  natural de Guaraciaba do Norte (CE).

Segundo as autoridades, ele foi reconhecido pelos reféns como sendo o homem que comandou o ataque ao banco. “Carioca” já possui uma extensa ficha criminal.

Conforme o delegado Francisco Cavalcante, titular da Delegacia regional de Polícia Civil de Baturité, outro suspeito também foi detido no cerco policial e suspeito de ter dado fuga aos demais componentes da quadrilha. Seu nome não foi revelado.

Caçada
Policiais do Comando Tático Rural (Cotar) estão na região , na caça aos bandidos ainda foragidos. O próprio comandante do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque), tenente-coronel PM Henrique Bezerra, se deslocou de Fortaleza para o Maciço com uma equipe do Comando Tático Motorizado (Cotam), para coordenar a operação em apoio aos efetivos da região.

A informação é do blogueiro Fernando Ribeiro