Searching...
domingo, março 14, 2021

Empresa é fechada por adulteração de oxigênio hospital em Tianguá

Ação da Polícia ocorreu neste sábado e prendeu um funcionário. Dono da empresa é filho do proprietário de outra empresa do ramo fechada em 2020 após ação do Ministério Público.

Uma empresa em Tianguá foi fechada após confirmação da Polícia sobre adulteração de oxigênio hospitalar. O local era responsável pela distribuição de cilindros de oxigênio para unidade de saúde na Serra da Ibiapaba e até para os estados de Maranhão e Piauí. Fechada após flagrante neste sábado, 13, o local tem relação com outra empresa em Caucaia, fechada em 2020 por executar a mesma prática. Na época, o proprietário foi preso. Ele é filho do dono da empresa fechada hoje em Tianguá. 

Durante o flagrante, os policiais da Delegacia Regional de Tianguá, forma encontrados materiais equipamentos e ferramentas usadas para armazenamento de oxigênio em cilindros. O local, de acordo com a Polícia, não possuía estrutura que possibilitasse a atividade e nem permissão para realização do procedimento. Um funcionário do local foi preso e autuado em flagrante por  por falsificar, corromper, adulterar ou alterar produto destinado a fins terapêuticos ou medicinais.

Foram apreendidos lacres com identificação com a empresa de Caucaia, fechada em 2020 após ação do Ministério Público do Ceará (MPCE) junto à Polícia Civil e a Coordenadoria Integrada de Planejamento Operacional (Copol) da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), além da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce).

“O rótulo com o nome dessa mesma empresa era usado aqui nesse galpão encontrado em Tianguá. Eles mesmos pegavam os cilindros de oxigênio, colocavam o lacre, e usando um soprador térmico, lacravam o produto. Foram encontradas ferramentas e equipamentos que eram utilizados para retirar o oxigênio de um cilindro e colocar em outro, procedimento que eles não podem fazer, porque se trata de um processo feito em indústrias”, destacou o delegado Regional de Tianguá, Miguel Sales.

Com Informações O POVO ONLINE